Solicite uma Proposta
Por favor preencha o campo.
Por favor preencha o campo ou verifique o endereço digitado.
Por favor preencha o campo com apenas números.
Por favor preencha o campo.

CONTENÇÃO E ADSORÇÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS

INTERSORB

Intersorb

Aplicações
  • Derramamentos de óleos/produtos químicos em geral na natureza;
  • Limpeza industrial;
  • Áreas de segurança.
Métodos de manuseio de vazamentos
  • Contenção - Este método consiste em evitar que o líquido se espalhe.
    O sucesso deste método depende das condições climáticas.
  • Contenção - Este método consiste em evitar que o líquido se espalhe.
    O sucesso deste método depende das condições climáticas.
  • Sorbents - Materiais utilizados para absorver/adsorver os óleos/líquidos.
Tipos de sorbents
  • Materiais Inorgânicos - Terra Diatomacea, Vermiculite, Perlite/Vidro Expandido e
    Argila particulada;
  • Materiais Orgânicos - Turfa, algodão, palha de milho picada, fibra de celulose,
    jornal, casca de arroz e casca de amendoim;
  • Materiais fibrosos sintéticos (Nãotecidos). Limitações dos sorbents orgânicos;
  • Possuem dificuldade em transmitir o óleo/líquido dentro de sua estrutura.
    Não alcançam sua máxima utilização sem trabalho adicional;
  • Não possuem seletividade água/óleo;
  • Alto custo de incineração e descarte;
  • Quando incinerados geram alto teor de cinza residual ( 2 a 5%).
Sorbents fibrosos/sintéticos
  • Alta capacidade de adsorção - Devido a sua estrutura de fibras finas, elevada
    área superficial e poros pequenos possuem máxima adsorvência e grande
    capacidade de retenção de líquidos;
  • Seletividade - Adsorve óleos, diesel, gasolina, hidrocarbonetos, solventes orgânicos,
    óleos vegetais e líquidos não aquosos enquanto repele água;
  • Retém óleo permanentemente;
  • Pode-se recuperar o óleo;
  • Reutilizáveis;
  • Flutuam indefinidamente, mesmo saturado de óleo;
  • Fácil aplicação e disposição (quando incinerado gera água e gás carbônico, teor de
    cinzas inferior a 0,2% e alto teor calórico 20.000 Btu/lb);
  • Segurança - não tóxico para os seres humanos, peixes e outros animais;
  • Alta resistência química;
  • Não inflamável e resistente a frio, calor e umidade;
  • Não se deteriora, nem mofa;
  • Resistência mecânica;
  • Alta flexibilidade de aplicação.
Formas de apresentação do produto
  • Boias de adsorção;
  • Almofadas;
  • Cordões;
  • Rolos/Bobinas;
  • Toalhas/Tapetes;
  • Fibras Adsorventes.
KITS

Kits de adsorção

Kits de contenção e adsorção de petróleo e derivados,
produtos químicos e líquidos em geral.
  • Alta capacidade de adsorção - Devido a sua estrutura de fibras finas, elevada área superficial, possuem máxima adsorvência e grande capacidade de retenção de líquidos;
  • Seletividade - Adsorve óleos, diesel, gasolina, hidrocarbonetos, solventes orgânicos,
    óleos vegetais e líquidos não aquosos enquanto repele água;
  • Retém óleo permanentemente;
  • Pode-se recuperar o óleo;
  • Reutilizáveis;
  • Flutuam indefinidamente, mesmo saturado de óleo;
  • Fácil aplicação e disposição;
  • Segurança - Não tóxico para os seres humanos, peixes e outros animais;
  • Alta resistência química;
  • Resistência mecânica.
PRODUTOS

Cordões

Utilizada para conter vazamentos industriais, colocados ao redor de
máquinas e/ou para conter vazamentos de tambores e tanques.

rolos

Produto muito versátil, pois pode ser cortado em vários tamanhos
para os seguintes usos:

  • Vazamentos;
  • Ao longo de corredores e áreas de trânsito;
  • Ideal para proteção das margens de rios, lagos e riachos.

almofadas

  • Utilizadas para proteção de drenos, em locais de difícil acesso como:
    poços, bueiros, canais de drenagem, fundo de navio e barcos a motor;
  • Absorve óleos em geral, tintas e solventes orgânicos;
  • Possui cobertura flexível de Polipropileno.

Tapetes

Ideal para pequenos derramamentos de óleos e substâncias químicas.
Usado também para limpeza final de grandes derramamentos.

fibras

São fibras que não geram poeira e podem ser espalhadas em
derramamentos de óleos e produtos químicos.
Proporcionam a adsorção imediata de óleos e produtos químicos e
podem ser recolhidas por redes manuais ou bombas de vácuo.

Bóias de Adsorção

  • Utilizadas para conter e adsorver óleos em água;
  • Possuem presilhas e ganchos. Desta forma, elementos individuais
    podem ser interligados e/ou sobrepostos, formando uma barreira
    de contenção que repele a água e adsorve o óleo;
  • Flutuam indefinidamente, antes e depois de totalmente saturados com óleo.
INFORMAÇÕES
SEÇÃO 1 – IDENTIFICAÇÃO DO PRODUTO E DA EMPRESA

Nome do produto: INTER SORB®
Produto: NÃOTECIDO DE POLIPROPILENO
Nome do fabricante: INTERFILTROS

SEÇÃO 2 – COMPOSIÇÃO E INFORMAÇÃO SOBRE INGREDIENTES

Nome comum ou genérico: Nãotecido de polipropileno Sinônimos: não existem sinônimos para este produto Ingredientes que contribuem para o perigo: sem componentes perigosos por se tratar de substância inerte.

SEÇÃO 3 – IDENTIFICAÇÃO DE PERIGOS
Perigos mais importantes:

produto estável, não apresenta perigo em seu estado normal de manuseio e estocagem.
Efeitos do produto:

  • Efeitos adversos à saúde humana: Produto não oferece riscos em seu estado normal. Produto inerte.
  • Efeitos ambientais: Produto não biodegradável. Pode ser reembalado para reutilização em caso de perda para o ambiente.
  • Perigos físicos e químicos: o manuseio do produto em temperatura ambiente não apresenta riscos para o operador, e pode ser feito sem equipamento de proteção, devido às características de não reatividade química do produto. Quando em queima direta, gera chama e produz água, dióxido de carbono, e em falta de oxigênio, também gera monóxido de carbono. Os produtos do fogo são irritantes e tóxicos. Em altas temperaturas de combustão (entre 400°C e 700°C) outros produtos como hidrocarbonetos e aldeídos podem ser formados. Por se tratar de um material não-condutor, o atrito mecânico no processamento favorece o acúmulo de cargas eletrostáticas. As cargas elétricas podem gerar ignição.
  • Perigos específicos: Não apresenta perigo específico, por ser inerte.
  • Visão geral de emergências: o produto é combustível e pode entrar em ignição caso exposto ao contato com chama direta. Em caso de queima direta do produto a área deve ser isolada e seguir os procedimentos do item 4 de primeiros socorros.
SEÇÃO 4 – MEDIDAS DE PRIMEIROS SOCORROS
Perigos mais importantes:
  • Inalação: Não existem riscos de inalação à temperatura ambiente. Aquecido a altas temperaturas, podem desprender vapores como monômeros de propeno e eteno, polímeros de baixo peso molecular e seus produtos de oxidação. Níveis muito baixos de outros produtos de decomposição como aldeídos e ácidos podem ser gerados. No caso de inalação excessiva de vapores, remova a pessoa afetada para um lugar ventilado com ar fresco, imediatamente. Se a vítima não estiver respirando, providenciar respiração artificial. Assistência médica requerida.
  • Contato com a pele: Não existem riscos à saúde para o contato com o material em temperatura ambiente. Contato com o material aquecido pode causar queimaduras. Contato com material fundido pode causar queimaduras graves. Neste caso, resfriar a parte atingida aplicando água fria em abundância e não remover o material aderido à pele. Assistência médica requerida.
  • Contato com os olhos: Não existem riscos à saúde. Pode ocorrer irritação ou lesão de córnea devido à ação mecânica, sendo que neste caso recomenda-se lavar a área afetada abundantemente em água corrente. A utilização de óculos de segurança é recomendável em qualquer ambiente de trabalho.
  • Contato com os olhos: Não existem riscos à saúde. Pode ocorrer irritação ou lesão de córnea devido à ação mecânica, sendo que neste caso recomenda-se lavar a área afetada abundantemente em água corrente. A utilização de óculos de segurança é recomendável em qualquer ambiente de trabalho.
SEÇÃO 5 – MEDIDAS PARA COMBATE A INCÊNDIO
  • Meios de extinção apropriados: Material combustível. Em caso de incêndio, a área deve ser isolada, verificando-se aspectos de exaustão dos fumos provenientes da queima. Os nãotecidos, quando em combustão, produzem incêndios de classe A, devendo portanto o fogo ser combatido com spray de água, espuma, pó químico seco ou CO2 (dióxido de carbono), como agentes extintores.
  • Perigos específicos: Quando em queima direta, gera chama e produz água, dióxido de carbono, e em falta de oxigênio, também gera monóxido de carbono. Os produtos do fogo são irritantes e tóxicos. Em altas temperaturas de combustão (entre 400°C e 700°C) outros produtos como hidrocarbonetos e aldeídos podem ser formados.
  • Proteção de bombeiros: Utilizar dispositivo de respiração com pressão positiva. Pessoas que não possuam proteção respiratória adequada devem abandonar a área para prevenir exposição significativa aos gases de combustão provenientes de quaisquer fontes.
SEÇÃO 6 – MEDIDAS DE CONTROLES PARA DERRAMAMENTO OU VAZAMENTO
Precauções pessoais:
  • Remoção de fontes de ignição: Fontes de ignição devem ser removidas do contato com o nãotecido proveniente de derramamento ou vazamento.
  • Controle de poeira: O nãotecido é consumido em forma de rolos ou partes manufaturadas cortadas.
  • Prevenção da inalação e contato com pele, mucosa e olhos: Os mesmos comentados no título 4 – Medidas de primeiros socorros.
  • Métodos para limpeza: Aspirar ou varrer o produto para reembalagem, reutilização e descarte.
  • Disposição: O descarte de perdas deve ser realizado em aterros licenciados ou por incineração de acordo com regulamentações federais, estaduais e locais. Se incinerado, estar atento para os gases gerados.
SEÇÃO 7 – MANUSEIO E ARMAZENAMENTO
Manuseio: Medidas técnicas:
  • Prevenção da exposição do trabalhador: Ventilação natural deve ser suficiente, nenhuma proteção respiratória deverá ser necessária.
  • Prevenção de incêndio e explosão: O produto é combustível, podendo entrar em ignição se contato com chama direta.
  • Precauções para manuseio seguro: Óculos de segurança são recomendados para todos os ambientes de trabalho.
  • Orientações para manuseio seguro: Não aplicável, pois o produto é inerte e não apresenta incompatibilidade com outros produtos. Armazenamento:
  • Condições de armazenamento: Os produtosz devem ser armazenados ao abrigo dos raios solares. Não é recomendada a estocagem junto a ácidos concentrados, solventes clorados e compostos aromáticos.
SEÇÃO 8 – CONTROLE DE EXPOSIÇÃO E PROTEÇÃO INDIVIDUAL
Equipamento de proteção individual apropriado:
  • Proteção respiratória: Nenhuma proteção respiratória deverá ser necessária.
  • Proteção dos olhos: A utilização de óculos de segurança é recomendável em qualquer ambiente de trabalho.
  • Roupas de proteção: Não necessário. Medidas de higiene: Deve-se evitar comer e beber nas áreas onde o produto esteja sendo manipulado.
SEÇÃO 9 – PROPRIEDADES FÍSICO-QUÍMICAS

Estado físico: Sólido Forma: O material apresenta-se na forma de nãotecidos Odor: Sem odor PH: Não aplicável Temperaturas específicas ou faixas de temperaturas nas quais ocorrem mudanças de estado físico: Temperatura de amolecimento de 125 – 155°C e temperatura de fusão de 145 – 165°C. Ponto de fulgor: Não aplicável Temperatura de auto-ignição: > 400°C Densidade: 0,905 g/cm³ Solubilidade em água: Insolúvel Solubilidade em outros solventes: Xileno, Decalina, Solventes aromáticos e clorados.

SEÇÃO 10 – ESTABILIDADE E REATIVIDADE
Condições específicas:
  • Instabilidade: Os nãotecidos de polipropileno são estáveis, não ocorrendo despolimerização.
  • Reações perigosas: Não aplicável.
SEÇÃO 11 – INFORMAÇÕES TOXICOLÓGICAS
Informações de acordo com as diferentes vias de exposição:

O polipropileno é atóxico. Não são conhecidos efeitos específicos, carcinogênicos, teratogênicos, embriotóxicos e tóxicos para a reprodução decorrentes de sua utilização.

SEÇÃO 12 – INFORMAÇÕES ECOLÓGICAS
Efeitos ambientais, comportamentos e impactos do produto:

Produto não poluente e não biodegradável. Não são conhecidos efeitos adversos à natureza em função de persistência e bioacumulação.

SEÇÃO 13 – CONDIÇÕES SOBRE TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO
Métodos de tratamento e disposição:
  • Produto: O descarte de perdas deve ser realizado em aterros licenciados ou por incineração de acordo com regulamentações federais, estaduais e municipais. Se incinerado, estar atento para os gases gerados.
SEÇÃO 14 – INFORMAÇÕES SOBRE TRANSPORTE
Regulamentações nacionais e internacionais:

Para propósitos de transporte doméstico, os nãotecidos de polipropileno não são classificados como perigosos.

SEÇÃO 15 – REGULAMENTAÇÕES
Regulamentações - SARA / TITLE III:

Esse produto não contém um composto químico tóxico de acordo com o relatório anual de compostos químicos tóxicos conforme seção 313 (40 CFR 372).

SEÇÃO 16 – OUTRAS INFORMAÇÕES

De acordo com nosso conhecimento, a informação aqui contida é precisa. As informações são obtidas de fornecedores de matéria prima e acredita-se serem verdadeiras. Essa Ficha de Segurança substituirá qualquer outra previamente recebida, e contém a informação mais atualizada.